Saia Justa no PSB

Marina diz que não subirá em palanque do PSDB paulista

Marina Silva diz que não vai subir em palanque do PSDB paulista

acessibilidade:

O PSB tem mais uma dor de cabeça com Marina Silva, candidata a vice na chapa do presidenciável Eduardo Campos. A ex-senadora descartou, em entrevista ao programa É Notícia, da RedeTV, apoiar a aliança PSB-PSDB em São Paulo.

No último dia 20, o PSB oficializou apoio à candidatura de Geraldo Alckmin (PSDB) na disputa pela reeleição ao governo de São Paulo. Com o acordo, os socialistas vão indicar o nome do vice da chapa. O nome mais cotado é o do deputado Márcio França, presidente estadual da sigla.

?Em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais eu sempre advoguei que era fundamental ter a candidatura própria, porque é fundamental que se coloque o programa do projeto também na realidade dos Estados. Inicialmente, o doutor Marcio França disse que concordava com a tese da candidatura própria (em São Paulo), eu vi o esforço que o governador Eduardo Campos fez por essa ideia, mas ele sempre dizia que ele não iria fazer uma intervenção no partido, porque o partido tem instâncias?, disse.

Marina ainda reiterou que não subirá no palanque do PSDB paulista. ?Não vamos apoiar a aliança. Nós (Rede Sustentabilidade) vamos ter uma atitude independente como temos no Estado do Paraná e outros Estados. (…) A Rede está discutindo se participará da candidatura ao Senado, se essa candidatura é independente, sem a coligação com o PSDB. e ali, através do candidato ao Senado, faríamos a nossa campanha para o projeto nacional sem subir em hipótese alguma no palanque do PSDB por razões programáticas e por razões de estratégia política.?

Reportar Erro