Para garantir quórum

Maia ameaça desconto no salário de deputado que faltar às sessões

Maia quer garantir quórum para a votação de matérias de interesse do Planalto

acessibilidade:

Os deputados que faltarem às sessões de votação na Câmara dos Deputados sem justificativa terão desconto no salário. Para o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a medida vai garantir quórum para a votação de matérias de interesse do Palácio Planalto, como o pacote de medidas econômicas e o processo de cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Para Maia, é importante que todos os deputados participem das votações. O presidente afirmou ainda que vai montar um esquema especial de trabalho após a volta do recesso parlamentar, em agosto. A intenção é garantir o funcionamento da Câmara até as eleições municipais, que acontecerão em outubro.

“Em agosto, queremos garantir o trabalho três vezes por semana e que depois os deputados possam cumprir a sua missão eleitoral de ir para os últimos dias das convenções. O importante é ficar claro que não queremos reduzir o número de dias; queremos garantir a produtividade”, ressaltou o presidente da Câmara. "Há MPs trancando a pauta e, quanto ao projeto da renegociação das dívidas dos estados, vai expirar o prazo acordado com o Supremo Tribunal Federal”, acrescentou.

Segundo ele, os 513 deputados querem que a Casa volte a produzir. “É o meu objetivo como presidente e dos líderes tanto da oposição quanto da base. Ninguém quer mais que a Casa fique parada”, salientou.