Mais Lidas

Repassado para vítimas

Justiça bloqueia R$ 300 milhões da Samarco

Uma das razões do bloqueio é a incerteza quanto ao futuro financeiro da mineradora

acessibilidade:

A justiça de Minas Gerais determinou o bloqueio de R$ 300 milhões na conta da Samarco Mineração. O dinheiro será utilizado para a reparação dos danos causados as vítimas do rompimento da barragem.

O juiz Frederico Esteves Duarte Gonçalves afirma que o valor é compatível, “com a extensão do dano e não se divorcia da razoabilidade constitucional, ao se imaginar que mais de 500 pessoas foram atingidas imaterialmente e materialmente”.

Uma das razões do bloqueio é a incerteza quanto ao futuro financeiro da mineradora, que foi rebaixada pela agência de classificação de risco de investimento Moody’s  e a suspensão das atividades decretada pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente.

Mais de 500 pessoas estão desabrigadas, seis pessoas morreram, três corpos aguardam identificação e dezenove pessoas estão desaparecidas.  Cerca de 180 edifícios foram, além de casas, ruas, plantações e automóveis foram destruídos em Bento Rodrigues.

A Samarco Mineração pertence a Vale e a anglo-australiana BHP.