Mais Lidas

Na onda do Oscar

Jovem tenta se matar por não conseguir uma ‘selfie perfeita’

Danny Bowman chegava a passar dez horas por dia se fotografando

acessibilidade:

Depois do “selfie” do Oscar, que foi recorde de compartilhamento nas redes sociais, parece que a nova onda de tirar foto de si mesmo acabou virando um problema. Um britânico de apenas 19 anos tentou se matar por não conseguir tirar uma foto perfeita dele próprio. Segundo matéria do site Daily Mail, o rapaz é obcecado por postar ‘selfies’ nas redes sociais – tanto que chegava a postar até 200 fotos por dia e gastava mais de dez horas na brincadeira de buscar a imagem ideal de si mesmo. Após adquirir o vício, ele largou os estudos, ficou sem sair de casa por seis meses e perdeu 30 quilos.

O viciado em ‘selfies’ se chama Danny Bowman e entrou nessa onda em 2011, quando conseguiu um trabalho como modelo. “Eu vivia em busca da ‘selfie’ perfeita, e quando me dei conta que não conseguia tirar uma, eu queria morrer. Eu perdi meus amigos, minha educação, minha saúde e quase perdi a minha vida”, afirmou Danny ao jornal. “A única coisa com que eu me importava era estar sempre com me celular, para que eu pudesse satisfazer a minha necessidade de tirar uma foto minha a qualquer momento do dia”, completou.

Os pais de Danny tentaram confiscar o celular, mas isso o fez mais nervoso e agressivo. O caso piorava ainda mais quando ele postava uma foto e recebia comentários negativos sobre seu nariz ou o aspecto de sua pele. “A perfeição é impossível, mas eu continuava a tirar fotos. Eu queria ter uma que fosse completamente perfeita. Eu passava dez horas por dia em busca disso, tirando mais de 200 selfies”, disse. Sem conseguir a foto perfeita, Danny tentou se matar por meio de uma overdose de remédios, mas a mãe conseguiu salva-lo e hoje ele está em tratamento intensivo para controlar o vício em tecnologia, conhecido como Transtorno Dismórfico Corporal.

Reportar Erro