Mais Lidas

Operação Lava Jato

José Dirceu presta primeiro depoimento a Justiça Federal

Dirceu é acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa

acessibilidade:

O ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu chegou por volta das 13h dessa sexta-feira (29) ao prédio da Justiça Federal, em Curitiba, para depor como réu em ação penal da Operação Lava Jato. O empreiteiro Gérson Almada, um dos sócios da empreiteira Engevix, também será ouvido. 

Eles são os últimos réus a serem ouvidos no processo que investiga a participação de Dirceu no Petrolão,esquema de corrupção na Petrobras. Essa é a primeira vez que o ex-chefe da Casa Civil será ouvido pelo juiz federal Sérgio Moro. Os interrogatórios começaram às 14h.

A defesa do petista tentou adiar a oitiva, até que fosse finalizado o acordo de delação premiada de Renato Duque, mas Moro rejeitou o pedido. 

José Dirceu é acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa. De acordo com os procuradores do Ministério Público Federal (MPF) Dirceu recebeu cerca de R$ 11 milhões em propina de empresas que eram "apadrinhadas" por ele e prestavam serviços terceirizados para a Petrobras. O ex-chefe da Casa Civil recebia essas quantias devido a indicação de Renato Duque para a diretoria de Servços da Petrobras.

Apesar dos réus terem a opção de responder ou não as perguntas, os advogados de Dirceu disseram que o petista vai falar e tentar comprovar, que o dinheiro em questão, era de pagamentos por consultorias de sua empresa JD Assessoria e Consultoria.

Alguns dirigentes do PT estão preocupados com o depoimento de Dirceu, pois teme que a estratégia da defesa seja atribuir as nomeações da Petrobras ao partido.

Dirceu está preso preventivamente desde agosto de 2015, em um presídio de Curitiba.

Vídeos Relacionados