Reforma política

"Inércia do Congresso é um risco à democracia", diz ministro do Supremo

Para ele, os parlamentares não querem mudar a lógica do jogo

acessibilidade:

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís Roberto Barroso disse nesta semana que ?a inércia do Congresso? é um perigo para a democracia e ?proteger as regras da democracia é um papel do Supremo?. Segundo ele, é possível entender a falta de movimentos do Congresso com relação a reforma política. “Há muita dificuldade de se formarem consensos. Não querem mudar a lógica do jogo que os ajudou a chegar lá”, declarou.

Ele ainda disse que o chamado ?Mensalão do PSDB? pode ser analisado pelo Supremo ?ainda no primeiro semestre?. ?Não depende só de mim. O processo está em alegações finais. É a ultima manifestação do acusado em um processo, depois de ouvidas todas as testemunhas e produzidas todas as provas?, explicou Barroso, que foi nomeado relator do processo.