Terror

Grupo ligado a Al Qaeda assume atentado que matou 39 no Quênia

Ao menos 39 pessoas morreram no atentado, disse Kenyatta

acessibilidade:

Em pronunciamento a uma emissora de TV, o presidente queniano, Uhuru Kenyatta, disse que ao menos 39 pessoas morreram no ataque ao Shopping Center Westgate, em Nairóbi, no início da tarde deste sábado (8 h da manhã em Brasília). Um grupo de dez homens com vestes árabes armados com granadas e fuzis invadiu o shopping afirmando que não matariam apenas os islâmicos.

O grupo terrorista somali Al Shabab, que teria ligações com a Al Qaeda, assumiu em uma rede social a autoria do atentado. Eles disseram que a ação foi uma represália contra a presença de tropas quenianas na Somália. No início da noite (início da tarde em Brasília), a situação no local ainda era incerta pois as forças de segurança ainda procuravam pelos criminosos. O Westgate é bastante frequentado por turistas estrangeiros. O Departamento de Estado dos EUA informou que há americanos entre as vítimas.