Transtornos

Greve no setor aéreo, em tempo de carnaval, prejudica só os passageiros

Como sempre, eles fazem isso em véspera de Natal ou carnaval

acessibilidade:

Mais uma vez, uma greve de aeronautas e aeroviários prejudica o cidadão, que nada tem com a relação patrão x empregado no setor de aviação civil. Em Brasília, terceiro mais movimentado aeroporto de Brasília, neste momento, já registra o cancelamento de 20 voos e outros 21 estão atrasados, em decorrência do seu “efeito cascata”.

O que mais revolta os passageiros, que lotam os aeroportos na manhã desta quarta-feira (3), é o fato de aeroviários e aeronautas serem especialistas nesse tipo de movimento, que parece ser organizado para prejudicar inocentes, às vésperas de datas importantes, como Natal e, agora, carnval.

No aeroporto de Santos Dumont, no Rio, são dez voos cancelados e cinco atrasados. Segundo a Infraero, às 7h da manhã 7,2% dos voos no país haviam sido cancelados. A paralisação ocorreu entre as 6h e 8h em doze aeroportos de dez grandes cidades: Recife, Porto Alegre, São Paulo, Brasília, Salvador, Curitiba, Rio, Florianópolis, Campinas e Fortaleza.

Antes do início da paralisação, que ocorre entre às 6h e 8h, dois voos decolaram no Santos Dumont, para São Paulo e Brasília. Sérgio Dias, presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil da CUT (Fentac) orgulha-se de dizer, no entanto, que são 300 voos afetados em todo o país, o correspondente a 10% do total de viagens programadas para esta quarta-feira.

– Estamos satisfeitos porque a adesão é total nas maiores cidades – disse o representante do sindicalismo selvagem em voga no Brasil.

As categorias reivindicam 11% de reajuste dos salários e do vale-alimentacao, ainda esse mês, e retroativo à data base, que é 1° de dezembro. As empresas querem conceder o aumento parcelado durante 2016. O diretor de comunicação do Sindicato Nacional dos Aeronautas, Diego Schilling, afirmou que, caso não haja acordo com as empresas, uma assembleia será realizada às 9h30 para decidir se haverá greve no carnaval.

Reembolso
A TAM informou que os passageiros com voos domésticos agendados entre 6h e 18h ou voos internacionais entre 6h e 8h terão liberadas as taxas de remarcação e a diferença de tarifas para que antecipem seus voos ou posterguem sua viagem em até 15 dias a partir da data do voo original, mediante disponibilidade.

Aos passageiros com voos domésticos ou internacionais agendados entre 6h e 8h também está disponível o reembolso dos bilhetes, isento de multa.

Posicionamento das aéreas
O Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA) informou que nos últimos 10 anos, as companhias aéreas promoveram, automaticamente, o reajuste dos salários na data-base de dezembro pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e que ao final das negociações foi concedido reajuste acima da inflação apurada, representando ganho real.

Reportar Erro