Comissão Europeia

Grã-Bretanha pode deixar a União Europeia

David Cameron, premier britânico, é contra novo presidente

acessibilidade:

Após a nomeação do ex-primeiro-ministro de Luxemburgo Jean-Claude Juncker como presidente da Comissão Europeia, a mídia inglesa é unânime: a Grã-Bretanha está cada vez mais próxima de deixar a União Europeia.

As previsões estão sendo feitas, pois o premier britânico, David Cameron, se opôs à nomeação de Juncker e ameaçou tirar a Grã-Bretanha da União Europeia caso ele fosse nomeado.

“Um passo à frente na saída da Europa”, é o título do jornal Daily Mail, que depois definiu Cameron como o “Rooney da Europa”, em referência ao jogador da seleção inglesa de futebol, Wayne Rooney, eliminada na primeira fase da Copa do Mundo no Brasil.

“Uma derrota, um desastre” é a manchete do The Independent, enquando o The Guardian aponta para um “Reino Unido próximo de sair da União Europeia”, enquanto o The Sun escreveu que “Cam, estamos em guerra com a Europa”.

Em seu editorial, o Financial Times sustenta que se trata de uma “mudança histórica do poder interno da União Europeia” e que “é um momento perigoso para as relações do Reino Unido com a Europa”. (ANSA)

Reportar Erro