Mais Lidas

Já para o Nordeste...

Governo libera R$ 60 milhões para Bolívia

acessibilidade:

O governo quer liberar R$ 60 milhões do Orçamento para contratar, sem licitação, uma estatal para prestar serviços de recuperação e transporte de equipamentos de geração de energia elétrica. A Medida Provisória (MP) 625/13 que autoriza a liberação da verba ao Ministério de Minas e Energia chegou ao Congresso. Os equipamentos serão cedidos à Bolívia, em um programa de cooperação energética entre os dois países.

O Executivo alega que o governo de Evo Morales pediu ajuda ao Brasil para enfrentar o deficit energético do País, que enfrenta racionamento de eletricidade. Os equipamentos serão retirados da Usina Termelétrica Rio Madeira, localizada em Rondônia, cujo maquinário estaria sem utilização. O governo ainda alega que todas as máquinas que serão cedidas são consideradas ?inservíveis? para uso público, precisando de reparos antes de serem enviadas à Bolívia.

O envio de dinheiro demonstra que a relação entre os dois países em nada foi abalada depois que o senador boliviano oposicionista Roger Pinto Molina veio  — sem autorização prévia — ao Brasil. Apesar dos chiliques de ambos os presidentes, boliviano e brasileira, a relação entre as Cortes continua inabalada. Roger Molina aguarda decisão do pedido de refúgio para continuar no País.