Mais Lidas

Descaso em Ponto Turístico

Governo do DF negligencia bandeiras vandalizadas na Alameda dos Estados

Bandeiras dos Estados sumiram e as que restam estão rasgadas

acessibilidade:

Em Brasília, espaços cívicos vem sofrendo com o abandono pelos órgãos governamentais encarregados de mantê-los. Um exemplo disso é a Alameda dos Estados, na Esplanada do Ministérios, bem em frente ao Congresso Nacional.

A Alameda já perdeu cinco das 28 bandeiras, incluindo o Pavilhão Naciona, que representam as unidades da Federação. Procurada insistentemente, a Subsecretaria de Turismo do Distrito Federal, órgão responsável pela manutenção desse espaço cívico, não respondeu a telefonemas e e-mails.

A bandeira de Alagoas está entre as despedaçadas.

Desde o início das manifestações populares de junho e julho de 2013, em torno da Alameda dos Estados, as bandeiras têm sofrido o ataque de vândalos, que acham divertido escalar os mastro para retirá-las, queimá-las, rasgá-las.

Deixaram de ser representados na Alemda, por essa razão, os Estados do Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Norte, Espírito Santo, Ceará e Pará. AAs que ainda sobreviveram aos vândalos estão rasgadas e desbotadas.

Na gestão anterior a manutenção era feita em uma média a cada três meses, priorizando sempre as datas comemorativas. Geralmente no primeiro dia de cada ano, no aniversário de Brasília, 21 de abril, no Dia da Independência, 7 de setembro e no dia 19 de novembro, Dia da Bandeira.

A Alameda dos Estados é um ponto turístico de Brasília, um dos locais mais procurados pelos turistas para tirarem fotos com a bandeira de seu estado.