Mais Lidas

Merenda escolar

Governo de São Paulo cobra devolução de R$ 435 mil da Coaf

Obra de barracão para processar hortifrútis em Bebedouro ficou pela metade

acessibilidade:

O governo de São Paulo quer que a Cooperativa Orgânica de Agricultura Familiar (Coaf) devolva R$ 435 mil que recebeu para construir um barracão para processar hortifrútis em Bebedouro, no interior de São Paulo. A obra do prédio ficou pela metade, e o Estado deu até o dia 15 deste mês para que o dinheiro seja devolvido. A produção seria distribuída para a merenda escolar das escolas públicas.

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento informou que o dinheiro foi repassado por meio do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias 2. No mês passado, porém, a gerência técnica do projeto decidiu pela inelegibilidade das despesas. Em nota, a secretaria diz que, se não houver devolução, abrirá processo para ressarcimento do valor.

A cooperativa alega que ainda não foi notificada, mas tem interesse em terminar a obra. A Coaf viu sua situação financeira se agravar depois do início da investigação da Máfia da Merenda, que apura esquema de corrupção em contratos para fornecimento de merenda.

Vídeos Relacionados