Mais Lidas

Tolerância

GOVERNO ARGENTINO REINTEGRA TRANS A CORPORAÇÃO POLICIAL

Polícia federal afastada volta à função após dez anos

acessibilidade:
Há uma década, laudos psiquiátricos constataram erroneamente que Analia Passantino sofria de uma doença "irreconciliável". O equivoco resultou no afastamento da argentina de 49 anos, que servia à força de segurança do país vizinho. Nesta semana, o governo de Mauricio Macri reintegrou a agente transsexual à corporação. Oficial da PF de lá, ela tem sido bombardeada com mensagens de apoio e carinho.
 
A Argentina se tornou líder mundial em direitos transgêneros em 2012, quando deu às pessoas a liberdade de mudar a identidade de gênero (física e legalmente), sem que precisassem recorrer a procedimentos judiciais e médicos. O governo legalizou o casamento homoafetivo em 2010.
 
Que bom.