Mais Lidas

Meta fiscal

Governo anuncia rombo de R$ 139 bilhões na meta para 2017

Meirelles exalta redução no déficit e não fala em alta de impostos

acessibilidade:

A equipe econômica do governo Temer anunciou oficialmente a meta fisca para 2017 com previsão de déficit de R$ 139 bilhões. O governo federal ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) abriu a coletiva explicando que a nova meta só foi decidida na tarde desta quinta (7) e passou a palavra para o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que afirmou ter sido feito um grande esforço para reverter a tendência de aumento nas despesas públicas das últimas duas décadas.

Meirelles exaltou a redução de R$ 31,5 bilhões no rombo previsto para 2016 (R$ 170,5 bilhões), resultado de inúmeros cálculos para manter a evolução das despesas públicas dentro da nova regra baseada na inflação do ano anterior. Outro ponto ressaltado foram as ações do governo para gerar novas receitas via concessões, outorgas e venta de ativos, pois, segundo Meirelles, o rombo seria de R$ 194 bilhões casso essas medidas não fossem tomadas.

O ministro explicou que a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para 2017 é de 1,2%, aliado ao compromisso da equipe econômica para recompor as receitas em relação ao PIB, apesar do "aumento obrigatório do déficit da previdência". Apesar da redução no déficit previsto, nenhum dos ministros anunciou aumento de qualquer imposto, até agora.

Sobre os demais entes da federação, Meirelles disse que a estimativa de déficit das empresas estatais é de R$ 3 bilhões e de R$ 1 bilhão para estados e Distrito Federal.