Mais Lidas

Impeachment

Governistas "cooptam" vice-presidente da Câmara contra o impeachment

Núcleo duro de Dilma tenta "cooptar" vice-presidente da Câmara

acessibilidade:

O núcleo duro do governo Dilma na Câmara dos Deputados foi flagrado há pouco no gabinete da vice-presidência da Câmara dos Deputados. José Guimarães (PT-CE), líder do governo, José Mentor (PT-SP), Paulo Teixeira (PT-SP), Sibá Machado (PT-AC), Afonso Florence (PT-BA), líder do PT, e Givaldo Vieira (PT-ES) ansiosamente aguardam uma conversa com Valdir Maranhão (PP-MA), o vice de Cunha. 

Os deputados governistas estão na antessala de Maranhão há cerca de 20 minutos e até agora não foram reebidos. O líder do governo, José Guimarães, chegou a receber uma ligação e saiu correndo. Ao telefone, ouviu-se Guimarães dizer: "venha logo, o pessoal não pode ficar sozinho no Plenário não".

Vice da Câmara agora é contra o impeachment

Vice da Câmara, Valdir Maranhão, ao centro.Valdir Maranhão deu uma entrevista coletiva, de 20 segundos, às 14h45 no Salão Verde da Câmara dos Deputados. Segundo o vice-presidente da Câmarra "é hora de olhar para o País, respeitar nosso futuro e a história". Reafirmou sua posição contrária ao impeachment prometeu 12 votos do seu partido, o PP, no mesmo sentido. O PP fechou questão contra Dilma, mas Maranhão não explicou seu posicionamento.

Durante a semana, o deputado Valdir Maranhão havia declarado ter "mudado de lado" e apoiaria a presidente Dilma, após rumores de que o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), teria prometido a ele uma vaga na chapa para disputar uma vaga no Senado.

Vídeos Relacionados