Mais Lidas

Hostilizado

Governador mineiro é chamado de ladrão em shopping de SP

Assista:Manifestante impõe vexame a governador alvo da Acrônimo

acessibilidade:

Dois dias depois de a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) aprovar projeto de resolução que oficializou o decreto governamental de calamidade financeira no Estado de Minas Gerais, foi publicado nas redes sociais um vídeo em que o governador mineiro Fernando Pimentel (PT) foi hostilizado em um shopping de São Paulo, onde fazia compras ao lado de dois supostos assessores, nesta sexta-feira (9), quando não houve compromissos em sua agenda oficial. 

Ao observar a vitrine de uma loja, o governador de Minas foi xingado por um homem que se aproxima filmando e o chamando de "petralha, vagabundo e ladrão". Fernando Pimentel finge não ser ele o alvo do protesto, permanece parado, olhando para o interior da loja, depois sai caminhando, ao lado de um de seus acompanhantes. O vídeo foi publicado em grupos "Fora Pimentel", no Facebook, após publicação do ativista anticomunista Marcus Rick.

"Você faliu Minas e vai gastar o dinheiro aqui em São Paulo? Hein, petralha? Acabou com Minas e vai gastar nosso dinheiro aí na loja? Ladrão vagabundo! Vai acabar… Vocês vão para a cadeia! Vocês vão para a cadeia! Cara de pau! É isso aí, vai embora ladrão! Vagabundo ladrão!", gritou o manifestante, enquanto filmava seu protesto.

De acordo com Marcus Rick, a abordarem hostil ao governador aconteceu no shopping Iguatemi de São Paulo, na badalada Faria Lima. "Que sirva de exemplo aos políticos pois, todos experimentarão a fúria de seus povos caso não governem para o povo". escreveu.

Pimentel é alvo de ação penal no Superior Tribunal de Justiça (STJ) em decorrência de denúncia do Ministério Público Federal (MPF) no âmbito da Operação Acrônimo. Mas aguarda o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir se é necessária autorização das assembleias legislativas para processar governadores. 

Assista:

Reportar Erro