Mais Lidas

Lava Jato

Funaro vai delatar propina na eleição de Cunha para presidente da Câmara

Operador deve confirmar que Joesley teria dado R$ 30 milhões a político

acessibilidade:

O operador de propina Lúcio Funaro vai confirmar em delação premiada à operação Lava Jato que a eleição do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para a presidência da Câmara foi comprada. A informação é da coluna de Andreza Matais e Marcelo de Moraes no Estadão.

O empresário Joesley Batista, dono da JBS, já havia informado que o dinheiro da propina saiu da empresa. Em delação, ele afirmou que deu R$ 30 milhões para Cunha “sair comprando um monte de deputado Brasil a fora. Para isso que servia esses R$ 30 milhões”.

Na ocasião, fevereiro de 2015, Cunha foi eleito em primeiro turno e com o apoio de 267 deputados.

Vídeos Relacionados