Peculato

Fachin retira da pauta do STF a denúncia contra Renan

Ministro remeteu petição para a Procuradoria-Geral da República

acessibilidade:

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin retirou nesta sexta-feira (19) da pauta a denúncia contra o senador Renan Calheiros (PMDB), sobre acusação de peculato. O caso tramitava na corte desde 2013.

Fachin havia liberado o inquérito para julgamento, mas decidiu remeter a petição para manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR), após a defesa de Calheiros entrar com recurso alegando que houve falha processual na tramitação do processo.

No inquérito Renan é acusado de ter usado o lobista de uma empreiteira para pagar a pensão da filha que teve fora do casamento, além da adulteração de documentos para justificar os pagamentos. O caso veio à tona em 2007.

O presidente do Senado nega ter utilizado dinheiro público para o pagamento da pensão de sua filha.

 

Reportar Erro