Mais Lidas

Lista de Fachin

Fachin arquivou delações contra dois ministros e 4 políticos

Imbassahy, Jungmann e Romário estão entre os beneficiados

acessibilidade:

Dos políticos citados na lista de investigados determinada pelo ministro Luiz Fachin, do Supremo Tribunal Federal, seis políticos foram beneficiados por pedidos de arquivamento do próprio procurador geral da República, Rodrigo Janot. A lista dos "isentados" está exposta no item "Arquivamentos a pedido da PGR com retirada do sigilo".

Os ministros Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e Raul Jungmann (Defesa) estão entre os políticos citados por delatores, mas sem elementos suficientes que justificassem investigações. Outros cujos casos foram arquivados a pedido da PGR são o senador Romário de Sousa Faria (PSB-RJ) e os deputados Benedito Gama (PTB-BA) e Cláudio Cajado (BA) e Orlando Silva (PCdoB-SP).

O ministro Fachin também determinou a devolução para nova análise, a pedido da PGR, com retirada do sigilo, dos casos envolvendo os deputados Darcisio Perondi (PMDB), Paulo Pimenta (PT) e o ex-senador Sérgio Zambiasi (PTB), todos do Rio Grande do Sul, o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) e o deputado Irajá Silvestre Filho (PSD-TO).