Mais Lidas

Euforia

Dólar cai e bolsa abre em alta, com 24ª fase da Lava Jato

Dólar chega a bater R$3,70, menor valor do ano, e bolsa sobe 4,4%

acessibilidade:

Logo nos primeiros negócios do dia em que o ex-presidente Lula foi conduzido coercitivamente para depor na Polícia Federal, a bolsa de valores abriu em forte alta e o dólar comercial registra forte queda em relação ao real. A moeda brasileira tem a maior alta entre as principais divisas globais.

Às 9h12, o dólar era cotado a R$ 3,7060, com queda de 2,48%. Antes, a baixa chegou a superar 3% e a mínima do dia foi de R$ 3,6735. Agora, às 16h22, está cotado a R$ 3,7666. Já a bolsa, sobe 4,19% e a Petrobras, empresa mais prejudicada pelo escândalo de corrupção, sobe 12,63%. Ontem, os papéis da estatal já haviam subido 16,28%.

Ontem, os mercados já viveram um dia de forte euforia, motivada pela reportagem da revista "IstoÉ", segundo a qual o senador Delcídio do Amaral (PT-MS) teria feito uma série de denúncias contra a presidente Dilma Roussef em delação premiada no âmbito da Operação Lava-Jato.

Deixando de lado a notícia de que o PIB brasileiro caiu 3,8% no ano passado, o Ibovespa subiu 5,12% aos 47.193 pontos, o maior nível desde 24 de novembro de 2015 e a maior valorização percentual desde 29 de outubro de 2009. Já o dólar caiu 2,27%, a R$ 3,8002, o menor nível desde 10 de dezembro do ano passado, o que colocou o real como destaque de alta dentre as moedas emergentes.