Mais Lidas

Ideia de maluco

Dilma tem ideia inusitada e decide escrever livro sobre seu governo

A muito custo foi convencida pelos aliados a adiar o projeto

acessibilidade:

A presidente afastada Dilma Rousseff, que será julgada pelo Senado no fim do mês, decidiu publicar livro sobre seu governo, do tipo Diários da Presidência, de FHC, na primeira pessoa. Ela não confessaria os crimes que lhe são atribuídos, mas pretendia relembrar fatos e personagens, aproveitando para se vingar sobretudo de políticos do seu círculo mais íntimo, e que hoje defendem seu impeachment. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Dilma, no livro, quer esmiuçar suas relações conflituosas com próceres do PMDB como Renan Calheiros, Michel Temer e Eduardo Cunha.

Quando souberam do projeto, amigos a convenceram a suspender o livro, para não complicar ainda mais a votação do impeachment.

Dilma escolheu o assessor Olímpio Cruz Neto como “ghost writter”, profissional que escreve para que outra pessoa assuma a autoria.

Reportar Erro