Mais Lidas

Grande perda

Dilma lamenta morte trágica do cineasta Eduardo Coutinho

No twitter, a presidenta afirmou que recebeu a notícia com muita tristeza

acessibilidade:

dilma lutoA presidenta Dilma Rousseff lamentou nesta segunda-feira (3) a morte do cineasta Eduardo Coutinho neste domingo (2). No twitter, a presidenta afirmou que recebeu a notícia com muita tristeza. ?Foi com tristeza que soube da trágica morte do cineasta Eduardo Coutinho, autor de “Cabra Marcado para Morrer”, Peões e Edifício Máster?, escreveu. ?O Brasil e o cinema brasileiro perderam hoje seu maior documentarista?, completou, sendo corrida pelos internautas, que a informaram que a morte ocorreu ontem. O cineasta Eduardo Coutinho, de 81 anos, morreu esfaqueado dentro de casa e o principal suspeito do crime é seu filho, que pode ter tido um surto quando atacou Coutinho e sua esposa.

Vídeos Relacionados