Mais Lidas

Amazônia

ONG aponta avanço do desmatamento, mas há confirmação

O desmatamento na Amazônia Legal chegou a 244 km² em outubro

acessibilidade:

Uma ONG denominada Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), de Belém (PA), divulgou levantamento indicando que o desmatamento na Amazônia Legal chegou a 244 km² em outubro, aumento de 467% em relação ao mesmo mês do ano passado. O suposto monitoramento de um “Sistema de Alerta de Desmatamento (SAD)” não é auditado por órgãos técnico-científicos, nem sua metodologia é compartilhada publicamente.

O monitoramento é recebido com reservas porque, além de falta confirmação científica por entidade idônea, muitas ONGs que atuam na Amazônia promovem a divulgação de dados alarmistas até para justificar a própria existência e estimular novas doações e mais financiamentos, principalmente de organismos internacionais. Mas esse pode não ser o caso da Imazon, uma das ONGs mais ativas no segmento.

Em outubro, segundo essa ONG, no período de agosto a setembro de 2014 foi registrada uma “perda florestal acumulada” de 838 km², com aumento de 191% em relação ao mesmo período de 2013, quando foram desmatados 288 km².

De qualquer maneira, segundo especialistas, se fosse verdadeiros números tão impressionantes, divulgados há anos por diversas ONGs, a floresta amazônica já teria desaparecido.