Mais Lidas

Justiça

Desembargador concede habeas corpus a executivo do Facebook

Justiça exigiu o que Whatsapp não tem: mensagens dos usuários

acessibilidade:

O vice-presidente do Facebook para a América Latina, Diego Jorge Dzodan, foi beneficiado por decisão do desembargador plantonista Ruy Pinheiro da Silva, do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), que na madrugada desta quarta-feira (2) concedeu-lhe habeas corpus. Agora, falta apenas a emissão do Alvará de Soltura para o executivo ser libertado. 

Ele foi preso em São Paulo na manhã de terça-feira (1º). A ação que resultou na prisão atendia a um pedido da Justiça de Sergipe após a rede social descumprir decisão judicial de compartilhar informações trocadas no WhatsApp, empresa controlada pelo Facebook, por suspeitos de tráfico de droga.

Em notas, as empresas lamentaram o decreto de prisão, que consideram desproporcional. O WhattsApp esclareceu que não pode compatilhar o que não tem, exatamente porque não armazena as informações trocadas pelos usuários.