Mercado de Trabalho

Criação de novas vagas formais recua 46% em abril

Resultado é o pior em 15 anos; ministro culpa o Carnaval

acessibilidade:

A criação de novas vagas formais de trabalho sofreu uma forte queda no mês de abril. Comparado com o mesmo período do ano passado, o número recuou 46,5%. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), 105.384 vagas foram abertas em abril, a expectativa do mercado era de 160 mil vagas. O resultado é o pior para um mês de abril em 15 anos.

No primeiro quadrimestre de 2014 os números também não são nada animadores, o número de empregos formais criado foi de 458.145, recuo de 16,5% se comparado com o mesmo período de 2013. O levantamento do Caged ainda apontou que quase todos os segmentos mostraram piora nas contratações.

O ministro do Trabalho, Manoel Dias, colocou o péssimo resultado na conta do Carnaval. ?2014 é um ano atípico: o Carnaval ocorreu em março e sabemos que o país só começa depois do Carnaval”, justificou Dias.

Reportar Erro