Mais Lidas

Homenagem a Brilhante Ustra

Conselho de Ética abre processo contra o deputado Jair Bolsonaro

Bolsonaro é acusado de ter faltado com o decoro parlamentar

acessibilidade:

O Conselho de Ética, da Câmara dos Deputados, decidiu instaurar processo disciplinar contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ). Agora, o presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PR-BA), deverá indicar um relator, que terá 10 dias para apresentar um parecer sobre o assunto. Araújo escolherá o relator entre três nomes: Zé Geraldo (PT-PA), Wellington Roberto (PR-PB) e Valmir Prascidelli (PT-SP). Eles não são do mesmo Estado, nem do mesmo partido ou do bloco parlamentar.

Bolsonaro é acusado de ter faltado com o decoro parlamentar durante a sessão que instaurou o processo de impeachment contra Dilma Rousseff. Ele enalteceu o coronel Brilhante Ustra, reconhecido pela Justiça como torturador no período da ditadura militar. A representação foi feita pelo Partido Verde (PV), que acusou Bolsonaro de ter feito apologia do crime de tortura e pede a cassação do mandato do parlamentar.

A representação foi protocolada em 26 de abril, mas a pauta do Conselho de Ética estava trancada devido ao processo contra o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha.

Sessão esvaziada

Devido aos festejos juninos, apenas três deputados estavam presentes na sessão. No entanto, não há necessidade de quórum para a abertura do processo. 

Reportar Erro