Mais Lidas

Pela terceira vez

Conselho adia mais uma vez julgamento de Rodrigo Betlhem

O deputado é acusado de receber dinheiro para beneficiar a organização não governamental Casa Espírita Tesloo, entre 2010 e 2012.

acessibilidade:

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados  adiou pela terceira vez o julgamento do parecer preliminar do deputado Paulo Freire (PR-SP) relator do processo, contra o deputado Rodrigo Bethlem (PMDB-RJ). Freire vai apresentar um novo relatório de acordo com documentos apresentados por Betlhem nesta terça-feira (11).

Rodrigo Bethlem (PMDB-RJ) é acusado de receber dinheiro para beneficiar a organização não governamental Casa Espírita Tesloo, entre 2010 e 2012. Na denúncia apresentada pelo PSOL, o partido ainda afirma que o parlamentar não declarou à Justiça Eleitoral uma conta bancária na Suíça e revela o conteúdo de gravações em que Bethlem declara receber R$ 100 mil por mês, em função de convênios da prefeitura com uma organização não governamental que realizava o cadastro de famílias em programas sociais.

Betlher nega todas as denúncias e alegou que a própria denunciante, sua ex-mulher, depois desmentiu as acusações. O deputado apresentou hoje para o Conselho documentos para embasar sua defesa. ?Eu apresentei um documento mostrando que eu nunca entrei na Suíça. Ela estava me cobrando e me acusando de ter escondido dinheiro, e eu disse em tom jocoso ?você está careca de saber que eu fui para a Suíça?. Afirma

Reportar Erro