Mais Lidas

Assume com promessas

Cid Gomes é oficialmente o novo Ministro da Educação

É a primeira vez em 12 anos que a pasta não fica com o PT

acessibilidade:

Cid Gomes(PROS) assumiu oficialmente o cargo de ministro da Educação na manhã desta sexta-feira (2). Essa é a primeira vez em 12 anos que a pasta não será comandada por um petista. Cid assume a pasto no lugar de Henrique Paim que deixa o cargo após 11 anos trabalhando em diferentes estruturas do MEC. Paim já foi secretário-executivo da pasta e presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

O ministro acompanhou o discurso da posse feito pela presidenta Dilma Rousseff e declarou, ? a educação será prioridade das prioridades?. Cid falou sobre o novo desafio do governo federal, ?o nosso desafio é o da inclusão pelo saber. Somos uns dos países com maiores desigualdades do planeta. Somente a partir da educação é possível superar esse quadro injusto?.

Gomes prometeu priorizar a ampliação de creches, a universalização da pré-escola, a melhoria da qualidade do ensino fundamental e o acesso e reforma curricular do ensino médio. Disse também que vai viajar para visitar as universidades e institutos federais.

Segundo Cid essa é a vez da educação ?No Brasil, nos últimos 12 anos, teve grandes êxitos com as políticas sociais e de combate à fome. Chegou à vez da educação?. E assegurou empenho para atingir as metas do Plano Nacional de Educação.

Cid fez questão de lembrar que é filho e irmão de professores e mandou uma mensagem para a classe, ? vamos valorizar e reconhecer o seu trabalho. O meu gabinete estará sempre aberto?. Afirmou.

Tal afirmação pode demostrar que o político tem mudado sua forma de ver a situação dos professores brasileiros, pois é bem diferente daquela feita em 2011, durante uma greve dos docentes no Ceará, quando Cid afirmou ?Quem quer dar aula faz isso por gosto, e não pelo salário. Se quer ganhar melhor, pede demissão e vai para o ensino privado”.