Pires na mão

China confirma visita secreta do tirano da Coreia do Norte

Kim Jong-un agora diz pretende desnuclearização do seu país

acessibilidade:

A China anunciou oficialmente que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, realizou uma visita ao país nesta semana, e disse que ele "confirmou o compromisso" para "alcançar a desnuclearização" da Coreia do Norte. Esta foi a primeira viagem ao exterior do tirano norte-coreano, desde que chegou ao poder em 2011.

De acordo com a agência oficial chinesa, Kim Jong-un afirmou ainda que desnublearização da península coreana pode ser resolvida se a Coreia do Sul e os Estados Unidos responderem aos esforços da Coreia do Norte. O líder norte-coreano pode ser reunir nos próximos meses com os líderes norte-americano e sul-coreano.

Durante a visita, o líder norte-coreano disse também querer aumentar a cooperação estratégica com a China durante o processo. O presidente da China, Xi Jinping, destacou o apreço do país pelos passos dados pela Coreia do Norte nos últimos meses. Os dois líderes concordaram em aprofundar as relações bilaterais.

O governo da Coreia do Sul se pronunciou sobre a viagem, que considerou como positiva. Para os sul-coreanos, a melhoria dos laços entre os dois países ajuda na desnuclearização e na aproximação do regime.

Ainda nesta semana, representantes das duas Coreias se encontrarão na fronteira militarizada dos dois países, com o objetivo de concretizar os detalhes da cúpula entre Kim Jong-un e o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in. O encontro entre os dois líderes deve ocorrer em abril.

Reportar Erro