Mais Lidas

Churrascão da Gleisi

MP investiga uso de carro oficial para levar carne a churrasco com Lula

Ministério Público do Paraná apura uso de carro oficial em farra petista

acessibilidade:

O prefeito de Peabiru, Claudinei Antonio Minchio (PT), tem dez dias para explicar como conseguiu e qual o destino da carne de carneiro que foi encontrada temperada dentro de um veículo da Secretaria de Saúde do município. O carro estava parado no pátio da Secretaria de Educação.

O promotor André Del Grossi Assumpção chegou ao veículo após uma denúncia anônima que alertou que o veículo oficial estava sendo usado para transportar carne para  um churrasco particular. O churrasco seria supostamente o que foi oferecido ao ex-presidente Lula, que estava no estado para promover a candidatura de Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná.

De acordo com a denúncia, a carne teria sido comprada com recursos destinados à Merenda Escolar do município e foi usada para servir o prato típico de Peabiru ?Carneiro ao Vinho?. A iguaria foi servida durante um churrasco foi realizado na chácara do empresário Flávio Martinez (PTB) e contou com a presença de quinze empresários, além do ex-presidente Lula.

O diretório estadual do PT nega que o fato tenha ocorrido e afirmou em nota que a história é ?absolutamente fantasiosa?. Apesar do partido ter negado a informação, o Ministério Público deu dez dias para o prefeito explicar o ocorrido, o prazo termina no dia 24.

A assessoria de imprensa da Prefeitura de Peabiru negou que a carne seja a mesma utilizada para servir o ?carneiro ao vinho? a Lula. Afirmou que a carne foi levada para Curitiba para o 20º Salão Paranaense de Turismo, O prato típico da cidade representaria a Comunidade dos Municípios de Campo Mourão (COMCAM) na 10ª Mostra das Regiões Turísticas do Paraná.

Vídeos Relacionados