Mais Lidas

Aos pedaços

Câmara gasta milhões em reforma de apartamentos e prédio ainda pode cair

Há 10 anos desabitado, prédio de imóveis funcionais pode cair

acessibilidade:

A Câmara dos Deputados gastou mais de R$ 120 milhões na reforma de aproximadamente a metade dos 432 imóveis funcionais na última década e, ainda assim, um dos edifícios teve parte do pilotis interditado devido ao risco de desabamento da laje sobre a garagem. O bloco L da SQN 202, área nobre da capital, que poderia abrigar 24 parlamentares e evitar o pagamento de R$ 102 mil de auxílio-moradia por mês, está desabitado há uma década e a manutenção custa R$ 700 mil mensais. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Quando estava em condições receber as excelências, os deputados fugiam do bloco L por não gostar do barulho de carros e ônibus na rua.

Cada apartamento do bloco L tem 225m² e é avaliado em R$2 milhões. O custo da não utilização do prédio supera os R$ 12 milhões até agora.

Um projeto pretende dividir os apartamentos de pelo menos quatro blocos em dois 100m² e extinguir o auxílio-moradia, mas só em 2026.

Vídeos Relacionados