Mais Lidas

Invasão do Brasil

Brasil deve receber 600 mil turistas no período da Copa

acessibilidade:

Quase 40% dos ingressos da Copa do Mundo foram vendidos para estrangeiros e, a menos de um mês do evento, a Embratur estima que 600 mil turistas internacionais virão ao Brasil. A diretora da entidade para a América do Sul, Leila Holsbach, lançou uma campanha promocional na Argentina e declarou que “para nós é muito importante que a festa seja muito grande. Mais de 55 mil argentinos compraram ingressos de um total de dois milhões de tickets vendidos”.

Ainda segundo Holsbach, 62% das entradas para os jogos foram compradas por brasileiros e os países que mais compraram ingressos foram os Estados Unidos, a Alemanha, a Inglaterra e a Argentina. Os turistas que vem especialmente para o Mundial representam 10% do número de visitantes que o Brasil teve em 2013, que foi de seis milhões.

“Nosso desafio será manter esses 10% no futuro, fortalecendo a imagem do Brasil como destino global de turismo. Temos que aproveitar muito esse período que começou há quatro anos”, disse Holsbach. Ela ainda ressaltou que outro desafio é fazer com que as pessoas conheçam além das 12 cidades-sede, que busquem “agregar valor conhecendo nossa gastronomia e cultura”.

Viajantes europeus

Apesar de não estarem entre os que mais compraram ingressos para a Copa, os croatas são os torcedores europeus que mais marcarão presença no evento. Eles serão seguidos pelos ingleses, que aumentaram em 290% seu fluxo turístico ao país. Segundo estudo divulgado pela agência de viagens online e-Dreams, depois dos croatas e ingleses, o maior número de viajantes virá da França, Alemanha, Bélgica, Espanha e Itália. O estudo também apontou que a crise econômica na Europa afetou as reservas financeiras dos italianos. Isso fez com que o Mundial ficasse “muito caro” para os torcedores do país e causou uma “sobra” de ingressos para o jogo contra a Inglaterra. Ansa

Vídeos Relacionados