Mais Lidas

Consultorias

BNDES vai assinar convênio com Gabinete de Intervenção Federal

Banco irá ajudar com consultorias estatísticas e orçamentárias

acessibilidade:

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai assinar um convênio de apoio técnico com o Gabinete de Intervenção Federal. O anúncio foi feito hoje (20) pelo presidente do banco, Paulo Rabello de Castro. O gabinete foi instalado pelo interventor federal da Segurança Pública no Rio de Janeiro, general Walter Braga Netto, e reúne diversos órgãos federais e estaduais de segurança no Centro Integrado de Comando e Controle.

Os serviços prestados devem ser de apoio técnico e incluem apoio estatístico e de ordem orçamentária. O banco já havia firmado convênio com o Ministério Extraordinário da Segurança Pública e deve auxiliar a estabelecer, em todo o país, um referencial de preços para compras da área de segurança pública, como coletes, munições e viaturas.

"O BNDES se prontificou, mediante convênio, estar ao lado do Ministério da Segurança Pública, provendo recursos técnicos, recursos humanos e seus conhecimentos específicos nessa área, para que, conjugados com recursos financeiros, a gente possa ter um plano de segurança que vá se estender nos próximos cinco anos. Temos que estar preparados para atuar em segurança de maneira praticamente permanente", disse Rabello.

O presidente do BNDES defendeu que, mesmo que bilhões de reais fossem liberados para a segurança pública nesse momento, eles poderiam não ter efeito imediato sem um trabalho de coordenação.

"Se nós despejássemos R$ 4 bilhões de uma hora para a outra, não teríamos repercussão praticamente nenhuma em segurança. O que nós precisamos são outras palavras: coordenação, mobilização e criatividade. Precisamos muito mais do que dinheiro, de nos organizar e de nos coordenar". (ABr)