Operação Skala

Barroso mandou prender a neta do ex-ministro do STF Hermes de Lima

Barroso prendeu Celina Borges, neta do ex-ministro Hermes Lima

acessibilidade:

O ministro Luís Barroso mandou prender nesta quinta-feira (29) a neta de um dos ex-integrantes históricos do próprio Supremo Tribunal Federal (STF). Celina Torrealba Borges, cuja família é controladora do Grupo Libra, que atua no Porto de Santos, presa pela Polícia Federal por ordem de Barroso, é neta de Hermes de Lima, ex-primeiro-ministro no governo de João Goulart, e aposentado à força do STF pelo AI-5. A informação é do colunista Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Hermes Lima esteve no STF de 1963 a 1969, mas, antes, foi três vezes ministro de Jango: Relações Exteriores, Trabalho e Gabinete Civil.

Celina Torrealba é sócia do Grupo Libra e foi presa sob a suspeita de ter sido beneficiada pelo decreto de Temer sobre a Lei dos Portos.

Celina e Gonçalo Torrealba são acusados de doar R$250 mil cada ao PMDB-RJ e Rodrigo Torrealba R$500 mil para o PMDB nacional.

Reportar Erro