Judiciário imparcial

Associação dos juízes federais repudia ameaça à independência judicial

Ajufe defende o direito à manifestação, desde que não atente "contra instituições”

acessibilidade:

Por meio de nota, nesta quarta-feira (4) a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe) repudia “qualquer ameaça à independência judicial de todos os magistrados, em qualquer grau de jurisdição”.

Para os juízes, o direito à manifestação é constitucional, mas “não pode transbordar para ofensas pessoais nem atentar contra as instituições”.

O presidente da Ajufe, Roberto Veloso, reafirma a posição da associação em posição “histórica em defesa do entendimento de que a execução da pena a partir do julgamento em segundo grau de jurisdição é compatível com o princípio da presunção de inocência, reforça que o Estado Democrático de Direito só se sustenta com o respeito às instituições e com um Judiciário imparcial e independente”.

Reportar Erro