Metrô São Paulo

Após reunião sem acordo, metroviários podem parar amanhã

acessibilidade:

Os metroviários de São Paulo podem entrar em greve a partir desta quinta-feira (5). O sindicato da categoria e representantes do Metrô não conseguiram chegar a um acordo em uma reunião realizada hoje (4) na sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

O Metrô oferece reajuste salarial de 8,7%, proposta rejeitada pelo presidente do sindicato, Altino Melo dos Prazeres. O sindicalista afirma que a categoria não aceitara nenhuma proposta com reajuste inferior a dois dígitos. Os metroviários pedem aumento de 16,5% no salário.

Logo mais, às 18h30, metroviários farão assembleia para decidir se a greve começará na madrugada desta quinta, conforme aprovado em assembleia de maio.

Reportar Erro