Mais Lidas

Impeachment

Agripino prevê pelo menos 59 votos no julgamento final de Dilma

Senador disse que "vitimização" da petista não mudará votos

acessibilidade:

Na semana em que o Senado fará o julgamento final do impeachment de Dilma Rousseff, o senador José Agripino (DEM-RN) disse acreditar na repetição do placar da pronúncia, quando o relatório do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG) foi aprovado. “Menos de 59 votos certamente não haverá. Poderá haver um ou dois votos a mais”, destacou.

O senador disse ainda que as sucessivas acusações do PT e aliados de que o impeachment não passa de um golpe "é uma tirada política" para petistas que precisam de argumento. Agripino frisou que todo o processo seguiu “rigorosamente o cumprimento da constituição” e que, por isso, não tem sentido receber esta conotação.

A fase final do impeachment terá início nesta quinta (25) e deve durar uma semana. Ao lembrar que Dilma deve comparecer para fazer sua defesa, o parlamentar disse que uma possível “vitimização” por parte da petista para convencer os senadores de que é inocente não surtirá efeito algum. “Se o povo entendesse que Dilma ainda tem algo a oferecer, a vitimização poderia até funcionar, mas o país, sob seu comando, estava entregue à própria sorte”, criticou.

Vídeos Relacionados