Mais Lidas

Rio 2016

Agentes de 83 países combaterão terrorismo em Olimpíada

Ministro da Justiça se diz convicto de que o evento será seguro

acessibilidade:

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, garantiu nesta sexta-feira, 17, que "não há risco" de terrorismo no País. A afirmação foi feita durante visita ao Rio de Janeiro. Moraes comentou sobre mensagens em português que teriam sido trocadas entre pessoas ligadas ao grupo extremista Estado Islâmico.

“Todos podem ficar absolutamente tranquilos. Todas as agências, inclusive internacionais, estão em contato em 24 horas por dia nesta questão do terrorismo que envolve soberania nacional e Segurança Pública. Não há nenhum risco”, afirmou Moraes.

Segundo o ministro, agentes de 83 países circularão pela cidade nos Jogos Olímpicos e vão contribuir o trabalho de prevenção contra atos terroristas.

"Oitenta e três países estão passando informações sobre o assunto e devem chegar um pouco antes da Olimpíada para conhecer o nosso centro integrado que eles vão compor conosco”, explicou sobre o planejamento de segurança do evento.

O ministro também fez questão de destacar que a Olimpíada terá a segurança garantida por uma parceria entre as polícias Civil, Militar, Federal e a Agência Brasileira de Informação, a Abin – que confirmou a existência de um grupo na internet, que usa o aplicativo de mensagens Telegram, para divulgar textos com ideologias extremistas traduzidos para o português. 

Reportar Erro