Mais Lidas

CASO TONY PRETINHO

Acusado de matar vereador no Sertão de Alagoas é preso em Santa Catarina

André Barba teria participado da trama para matar Tony Pretinho

acessibilidade:

Uma  ação conjunta das Polícias Civis de Alagoas e Santa Catarina resultou na prisão de André Souza dos Santos, conhecido como “André barba”, aconteceu nesta quarta-feira (14), na cidade de Brusque-SC. O preso é um dos suspeitos de participar do homicídio do vereador de Batalha-AL, Tony Carlos Silva de Medeiros, o “Tony Pretinho” (PR), no dia 15 de dezembro de 2017, no município sertanejo de Alagoas.

O cumprimento do mandado de prisão, expedido pelo juiz da Comarca de Batalha, foi informado pela comissão que preside a investigação do homicídio de Tony Pretinho, composta pelos delegados João Marcello Almeida, Eduardo Mero e Fábio Costa, da Polícia Civil de Alagoas.A comissão de delegados  informou ainda que, nos próximos dias, “André Barba” deverá ser trazido para Alagoas, onde será interrogado e permanecerá à disposição da Justiça alagoana.

Baixinho Boiadeiro é um dos suspeitos foragidos (Reprodução Youtube)Agora, as equipes de investigação da Polícia Civil de Alagoas se empenham na localização de outros envolvidos no assassinato do vereador, a exemplo dos foragidos Thiago Mariano Tenório e José Márcio Cavalcante, este conhecido como “Baixinho Boiadeiro”, que é filho do outro vereador assassinado no município sertanejo, Adelmo Rodrigues de Melo, o “Neguinho Boiadeiro” (PSD), executado ao sair de uma sessão da Câmara de Batalha, 36 dias antes de Tony Pretinho.

De acordo com os delegados, o assassinato de Tony Pretinho teria sido tramado por Baixinho Boiadeiro, com o suposto objetivo de vingar a morte de seu pai, Neguinho Boiadeiro, ignorando a mal sucedida “ocupação policial” em Batalha. Os investigadores dizem ainda que o foragido teria se armado para matar a prefeita de Batalha Marina Dantas (MDB), antes de trocar tiros com José Emílio Dantas, no dia da morte de seu pai, em 09 de novembro. A prefeita é nora do presidente da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE), Luiz Dantas, ambos aliados do governador Renan Filho (MDB).

A Polícia Civil solicita que qualquer informação que possa levar à prisão dos foragidos seja repassada através do disque denúncia 181, que garante o anonimato. (Ascom PC)

Reportar Erro