Mais Lidas

Falta de provas

Acusações sexuais contra Strauss-Kahn são retiradas

Justiça retira acusações contra Strauss-Kahn por falta de provas

acessibilidade:

Cinco das seis acusações de delitos sexuais contra o ex-diretor-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Dominique Strauss-Kahn, foram retiradas devido a falta de provas.

Com isso, cresce a possibilidade de que Strauss-Kahn seja absolvido das acusações de proxenetismo com agravantes. Ele afirma que não sabia que jovens que participavam de orgias com ele eram prostitutas.

Agentes do Tribunal afirmam que os advogados de quatro prostitutas e de uma associação envolvida no caso estão retirando as acusações contra Strass-Kahn.

O ex-chefe do FMI admitiu a realização de orgias enquanto ele estava à frente da instituição, afirmando ter necessidade de sexo com excepcional frequência, mas não há evidências de ilegalidade. Fonte: Associated Press (AE)