Mais Lidas

MORTE EM CRAÍBAS

Açougueiro é indiciado por assassinato de vereador em Alagoas

Crime ocorreu em 8 de maio, após discussão em um bar de Craíbas

acessibilidade:

O inquérito do assassinato do vereador do município alagoano de Craíbas, Neirivan de Oliveira Silva (PMDB), foi concluído pelo delegado regional de Arapiraca, Gustavo Xavier do Nascimento, e aponta como autor do crime o marchante identificado Fabiano Rodrigues da Silva, de 23 anos. O político foi morto em 8 de maio, após uma discussão sobre política em um bar.

O delegado concluiu que o jovem conhecido como “Biu do Tonho Domingos” teria sido o autor dos dois tiros contra o vereador, antes de fugir. Um mandado de prisão preventiva será incluído no Banco Nacional de Mandados de Prisão do Conselho Nacional de Justiça, e distribuído às polícias do Brasil, à Polícia Federal e à Interpol.

Neirivan foi vereador mais votado em 2016 (Foto: Divulgação)

O inquérito concluiu que Biu praticou crime de homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil, de forma traiçoeira, com recurso que impediu a defesa da vítima, que incide na Lei de Crimes Hediondos. A 5ª Vara Criminal de Arapiraca julgará o caso e a pena prevista para condenação por este tipo de crime varia de doze a trinta anos de prisão.

Houve relatos de motivação política para a discussão entre a vítima e o acusado. E o delegado concluiu que o crime teve relação com uma suposta agressão do vereador contra um irmão do indiciado, que estava na casa da mãe do acusado e teve uma lesão no braço, após o político empurrar sua mão.

Na noite do crime, o acusado, que seria conhecido como “Biu do Tonho Domingos”, deixou o local do crime ameaçando as pessoas com a arma em punho e utilizou o veículo Gol de cor bege, placa CAK/5985, para fugir. E o carro foi encontrado abandonado.

MAIS VOTADO

O vereador conhecido como Neirivan Motos foi o mais votado do município, nas eleições de 2016, e tinha 43 anos. O crime aconteceu na localidade conhecida como Sítio Santa Rosa, na Zona Rural. O vereador chegou a ser levado para a Unidade de Emergência Daniel Houly de Almeida, em Arapiraca, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos.

Após obter 1.342 votos, Neirivan exercia seu primeiro mandato e era empresário conhecido no Agreste de Alagoas por comercializar veículos na feira de carros de Arapiraca. De acordo com o relato de testemunhas à polícia, depois de se levantar para ir ao banheiro, o vereador foi seguido e atingido por três disparos de arma de fogo, dois deles, pelas costas.