Mais Lidas

Embate

Ação de Lindbergh no conselho de ética 'não cheira bem', ironiza Caiado

'Não foi praticada conduta incompatível com o decoro parlamentar'

acessibilidade:

O líder do Democratas no Senado, Ronaldo Caiado (GO), ironizou a ação política do PT ao entrar no Conselho de Ética por conta de um embate contra o senador Lindbergh Farias (PT-RJ), durante a sessão do impeachment no final de agosto deste ano. Essa ação do PT não está cheirando bem", ironizou.

Arepresentação foi entregue no colegiado nesta quinta-feira (20). Para Caiado, "isso não passa de uma estratégia para tentar constrangê-lo por ter atuado a favor do impeachment da presidente cassada Dilma Rousseff e por sempre denunciar e combater a corrupção dos governos do PT desde a era Lula". Ele disse estar tranquilo e que o seu comportamento foi proporcional às provocações de alguns petistas.

"Essa ação do PT não está cheirando bem. Não foi praticada qualquer conduta incompatível com o decoro parlamentar. Foi um debate duro, que se limitou a reagir de forma imediata, proporcional, num ambiente politicamente conflagrado a várias provocações perpetradas por Lindbergh e seus aliados", comentou.