Mais Lidas

Terror em Paris

Turquia confirma que ela passou pelo país antes de entrar na Síria, dia 8

acessibilidade:

Governo turco divulgou imagens no aeroporto de Hayat Boumedienne, companheira de um dos autores dos ataques de Paris e hoje a mulher mais procyrada pela polícia européia. A Turquia também informou que registos telefônicos confirmam que Hayat entrou na Síria quinta-feira (8), um dia após a cpvarde chacina no jornal Charlie Hebdo. As informações são do ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlut Cavusoglu.

“Entrou na Turquia no dia 2 de janeiro proveniente de Madrid. Há imagens dela no aeroporto. Depois, viajou para a Síria a 08 de janeiro. Isto é claro a partir dos registos telefónicos”, disse o ministro, citado pela agência Anatólia.

Hayat Boumedienne era companheira de Amedy Coulibaly, suspeito do assassínio a tiro de uma polícia no dia 08 de janeiro, num subúrbio sul de Paris, e do sequestro de duas dezenas de pessoas num supermercado ‘kosher’, no dia seguinte, na capital francesa.

Na Turquia, a jovem de 26 anos ficou alojada num hotel do lado oriental de Istambul, acompanhada de outra pessoa, segundo o ministro.

Cavusoglu não deu pormenores sobre a identidade da outra pessoa nem esclareceu se Boumedienne viajou sozinha para a Síria.