Mais Lidas

Goiânia

Ministério Público cobra solução para falta de leitos em UTI

Ministério Público cobra urgência na solução

acessibilidade:

O Ministério Público de Goiás se reuniu , nessa terça-feira (01), com a Secretaria Estadual de Saúde e estabeleceu um prazo para que o problema de déficit de leitos em UTIs neonatais e pediátricas da capital goiana seja resolvido.

Atualmente, o número de leitos não consegue satisfazer toda a demanda da capital e de pacientes do interior do estado. De acordo com a Secretaria de Saúde, 70% dos leitos de pediatria estão na capital.

O Ministério Público de Goiás recomendou a abertura de 10 novos leitos neonatais, num prazo de 30 dias, e 10 novos leitos de UTI pediátrica, para o prazo de dois meses. Além disso, também foi recomendado que sejam tomadas medidas emergenciais para descongestionar o serviço prestado pelos hospitais.