Mais Lidas

Desoneração da folha

Relator aposta na derrubada dos vetos à prorrogação da desoneração da folha

Deputado Orlando Silva acha que o presidente foi induzido a erro pela equipe econômica

acessibilidade:
Deputado Orlando Silva, durante entrevista ao programa Jornal Gente, da Rádio Bandeirantes.

O deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) afirmou nesta quarta-feira (8) que vê no Congresso ambiente para derrubar o veto de Jair Bolsonaro à prorrogação da desoneração da folha de pagamentos.

Relator da medida provisória em que o dispositivo estava incluído, o deputado acreditar, em entrevista à Rádio Bandeirantes, que o presidente tenha sido “induzido a erro pela equipe econômica”.

A desoneração da folha diminui o custo da contratação de funcionários de empresas de 17 setores que empregam cerca de 6 milhões de pessoas.

O objetivo da prorrogação até 2021 é justamente manter postos de trabalho num período em que os efeitos da pandemia serão muito severos, ressalta Orlando Silva.

O dispositivo fazia parte da MP que permite ao governo federal estender a flexibilização de regras trabalhistas, como a redução de jornada e de salário durante a pandemia.

Outra justificativa da equipe econômica para tentar sustentar o veto é que apenas alguns setores eram beneficiados. Para o deputado Orlando Silva, o ministro Paulo Guedes tenta criar um ambiente em defesa da volta de um imposto sobre transações financeiras.

O deputado ainda não tem uma estimativa oficial, mas os setores beneficiados falam na perda de até 1 milhão de empregos com veto à desoneração da folha. Entre eles, estão calçados, tecnologia da informação, call center, têxtil, construção civil, transportes rodoviários e metroferroviário, além de comunicação.

Orlando Silva disse estar aberto ao diálogo com a equipe econômica do governo, durante entrevista exclusiva aos jornalistas Thays Freiras, Pedro Campos e Cláudio Humberto no Jornal Gente, na Rádio Bandeirantes.

Vídeos Relacionados