Mais Lidas

Crises sanitárias

Líderes do G7 querem aprimorar ações para lidar com pandemias

Grupo quer um bilhão de vacinas contra covid-19 para vários países

acessibilidade:
A cúpula teve início na Cornualha, no Reino Unido, na sexta-feira (11) Foto: Andrew Parsons / No 10 Downing Street

Os líderes do Grupo dos 7 (G7)  – que reúne os países mais industrializados do mundo (Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido) – devem emitir uma declaração na reunião de cúpula, que está sendo realizada no Reino Unido, pedindo o desenvolvimento de vacinas contra a covid-19 e tratamentos em um prazo de 100 dias em crises sanitárias no futuro.

A cúpula teve início na Cornualha, no Reino Unido, na sexta-feira (11). Os tópicos das discussões para o encontro de três dias incluem a crescente presença global da China e mudanças climáticas. Os líderes planejam discutir, hoje, a prevenção de pandemias.

O governo britânico disse que a declaração final deve também pedir o apoio pela reforma e fortalecimento da Organização Mundial da Saúde.

O premiê britânico Boris Johnson afirmou que o G7 deve aprender lições com a pandemia de coronavírus. Os dirigentes devem também oferecer, em conjunto, um bilhão de doses de vacina contra o coronavírus ao resto do mundo.(NHK/ABr)