Governo do DF

vanessa mendonça

"Vanessa é uma grande secretária, conhece a área", diz o governador
11/02/2019

Ibaneis sepulta fofocas elogiando secretária de Turismo: ‘ela ama Brasília’

Governo do DF

Ibaneis sepulta fofocas elogiando secretária de Turismo: ‘ela ama Brasília’

"Vanessa é uma grande secretária, conhece a área", diz o governador

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), elogiou na manhã desta segunda-feira (11) o desempenho da secretária de Turismo, Vanessa Mendonça. “Ela é uma grande secretaria, conhece a área e ama Brasília”, disse ele em mensagem ao jornalista Cláudio Humberto por whatsapp, durante o programa “Gente Brasília”, da rádio BandNews FM. O jornalista comentava durante o programa as fofocas na internet com o objetivo de desestabilizar Vanessa Mendonça, apesar da sua elogiada atuação na secretaria de Turismo. Aparentemente, seu cargo é ambicionado por políticos e empresários mal-intencionados e, além disso, o desempenho da secretária vem provocando ciúmes dentro do próprio governo do DF. Mas o próprio Ibaneis Rocha sepultou o falatório: “Ela tem toda a minha confiança”. Além do desempenho na área técnica, com iniciativas de repercussão, a secretária de Turismo tem ajudado o governo do DF em várias frentes. Trata-se de caso raro de integrante do primeiro escalão que procura ajudar o governo a “azeitar” as relações com os deputados distritais: ela já esteve com todos eles, recolhendo demandas e colocando a secretaria à disposição. A secretaria também promoveu ações da área na própria Câmara Legislativa, com o objetivo de integrar os poderes. A atuação de Vanessa Mendonça começou a suscitar ciúmes de colegas quando, sem a necessidade de mobilizar grandes somas de recursos, fez uma ação no aeroporto de Brasília que repercutiu muito, dando boas vindas aos novos integrantes do Congresso. Deputados e senadores foram recebidos no aeroporto, nas vésperas da posse, com informações sobre a cidade e até com uma alameda de ipês amarelos, árvore símbolo de Brasília. A iniciativa ganhou repercussão em mídia gratuita de vários veículos nacionais. O governador Ibaneis tem destacado várias iniciativas da secretária, como a de conseguir que a Inframérica, dona do aeroporto de Brasília, divulgue o turismo da capital, gratuitamente, nos aeroportos que administra ou nos quais tem interesse, no Brasil e no exterior. Além disso, ela se empenha para garantir a instalação em Brasília de um grande parque de diversões. Vanessa trouxe à cidade, para uma reunião com o governador, o presidente do Wet anda Wild, Alain Baldacci, que presidiu durante 20 anos o Sindepat e a Associação Mundial de Parques Temáticos.
11/02/2019

Homenagem a Ibaneis foi mesmo iniciativa da empresa dona dos outdoors

Homenagem

Homenagem a Ibaneis foi mesmo iniciativa da empresa dona dos outdoors

Secretária de Turismo nada teve com a iniciativa da empresa Alumi

Foi mesmo iniciativa de uma empresa de outdoors, Alumi, a a homenagem ao governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, que causou polêmica nos últimos dias, ainda que tenha usado na peça publicitária gratuita o nome da Secretaria de Turismo e a logomarca do governo. A empresa também homenageou com cartaz idêntico o presidente Jair Bolsonaro. Setores que ainda pretendem o comando da Secretaria de Turismo tentaram atribuir a iniciativa à secretária Vanessa Mendonça, com o objetivo de desgastá-la, mas a mentira não prosperou: a empresa divulgou nota assumindo imediatamente a paternidade da iniciativa. A Alumi divulgou nota esclarecendo o assunto, mas a fantasia que tentava envolver a secretária já estava na rua. Na nota, a empresa afirma categoricamente que a veiculação dos outdoors “é uma iniciativa privada e de total responsabilidade da empresa, que usou de sua livre manifestação de ideias para homenagear o governador Ibaneis Rocha por sua vitória e pelo momento de esperança vivido pelo DF.” A homenagem foi feita sem qualquer contrapartida, segundo empresa esclareceu em sua nota, a exemplo do que já havia feito por ocasião da vitória do presidente da República. “A Alúmi esclarece que esta é uma ação cidadã que reforça a crença da nossa empresa na construção de um país melhor e também de um Distrito Federal que voltará ao caminho do crescimento”, afirma a nota. A empresa informa ainda que, “para não deixar margens a interpretações equivocadas, assinou a peça”. Também por decisão da empresa, foi usado layout similar à campanha realizada pela Secretaria de Turismo. “Tal iniciativa teve como objetivo manter a harmonia visual da campanha realizada pela Secretaria de Turismo.”
01/02/2019

Troca da Bandeira terá programação especial. Evento ocorre nesse domingo

Praça dos Três Poderes

Troca da Bandeira terá programação especial. Evento ocorre nesse domingo

A secretaria de Turismo acredita no potencial da solenidade para a consolidação do turismo cívico no DF

Uma das maiores expressões do turismo cívico do país ocorre no próximo domingo (3), na Praça dos Três Poderes, em Brasília. A solenidade de Troca da Bandeira, que ocorre todo primeiro domingo do mês, terá inicio às 9h. Com parceria da Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF), o evento, organizado pelo Ministério da Defesa, contará com apresentação da banda do Exército, salva de tiros e desfile militar. De acordo com a secretária de Turismo do DF, Vanessa Mendonça, a inclusão da Troca da Bandeira no calendário de atrações de Brasília será mais um passo para a consolidação do turismo cívico no Brasil. “Vários países no mundo, como por exemplo, Inglaterra, Estados Unidos, Alemanha e Argentina promovem trocas de bandeira ou de guarda que atraem milhões de turistas. A nossa capital tem potencial para isso, e temos trabalhado para que essa importante solenidade entre nas agendas dos brasilienses e de turistas”, enfatiza a secretária. Para incrementar a participação da população, a Setur fez parcerias com a TV Minuto, empresa responsável pela programação das televisões da Rodoviária e do Metrô.  Com isso, cerca de 1/3 da população será informada do evento.  “Por dia, 880 mil pessoas passam pela Rodoviária do Plano Piloto. A nossa intenção com essa divulgação é que os brasilienses se apoderem e se sintam orgulhos da cidade que vivem. Vamos reavivar o patriotismo”, afirma a secretária de Turismo. A primeira edição da Troca de Bandeira desse ano contou com a presença de 800 pessoas, entre autoridades, turistas e brasilienses. Além do chamado feito à população, a Setur enviou convites para parlamentares, prefeitos do entorno, administradores regionais, embaixadas, membros do Conselho de Desenvolvimento de Turismo do Distrito Federal (Condetur), influenciadores digitais, empresas do trade turístico e escolas. O presidente da República, Jair Bolsonaro, também foi convidado.
30/01/2019

Secretaria de Turismo do DF promove ação de boas vindas aos novos parlamentares

Ipê-amarelo

Secretaria de Turismo do DF promove ação de boas vindas aos novos parlamentares

No aeroporto de Brasília, quem desembarcar passará por alameda de ipês-amarelos

Deputados, senadores, familiares e amigos que desembarcarem no aeroporto de Brasília para a posse dos parlamentares no dia 1º poderão admirar várias alamedas de ipês-amarelos, que serão colocadas nas esteiras de bagagens do desembarque do terminal. O ipê amarelo é a árvore-símbolo de Brasília e do Brasil. Com o slogan “Uma nova Brasília recebe um novo Brasil”, a ação da Secretaria de Turismo do DF começa quarta (30) e, além do aeroporto, invadirá as ruas. “Queremos receber com muito carinho nossos novos moradores, que virão acompanhados de milhares de turistas. Vamos mostrar que, assim como teve uma grande renovação no Congresso, Brasília também está renovada para essa nova história que se inicia”, comenta a secretária de Turismo da capital, Vanessa Mendonça, que quer surpreender os novos visitantes – e também os próprios moradores. “Brasília é muito mais do que você pensa. É um destino que oferece inúmeras atividades que podem ser exploradas”, enfatiza Vanessa. Sobre o ipê amarelo O ipê-amarelo é encontrado em todas as regiões do Brasil e sempre chamou a atenção por sua beleza. Em 1961, o então presidente Jânio Quadros declarou a árvore a “Flor Nacional”. Desde então, o ipê-amarelo é a flor símbolo do País. Os ipês pertencem à família das Bignoniáceas, da qual também faz parte o jacarandá, e ao gênero Tabebuia (do tupi, pau ou madeira que flutua). Ipê é uma palavra de origem tupi, que significa árvore cascuda, e é o nome popular usado para designar um grupo de nove ou dez espécies de árvores com características semelhantes de flores brancas, amarelas, rosas, roxas ou lilás. No Norte, Leste e Nordeste do Brasil, são mais conhecidos como pau d’arco (os indígenas utilizavam a madeira para fazer arco e flecha); no Pantanal, como peúva (do tupi, árvore da casca); e, em algumas regiões de Minas Gerais e Goiás, como ipeúna (do tupi, una = preto). Na Argentina e Paraguai ele é conhecido como lapacho.