Boquinha

Rodrigo Rollemberg

Nomeação para o gabinete da liderança do partido foi publicado em uma portaria da Casa
04/01/2019

Rodrigo Rollemberg volta para o Senado com cargo comissionado

Boquinha

Rodrigo Rollemberg volta para o Senado com cargo comissionado

Nomeação para o gabinete da liderança do partido foi publicado em uma portaria da Casa

O ex-governador do Distrito Federal Rodrigo Rollemberg (PSB) foi nomeado para um cargo de comissão no gabinete da liderança do partido no Senado Federal. A boquinha do ex-chefe do Executivo do DF foi publicada nesta quarta (2) em uma portaria da Casa, assinada por Marcio Tancredi, diretor-executivo de Gestão do Senado. Rollemberg é servidor de carreira na função de analista legislativo, com salário bruto de R$ 28 mil. Com a função comissionada, o ex-governador do Distrito Federal receberá um adicional de R$ 5,5 mil de “adicional de chefia”. Somados os dois valores, o pagamento líquido fica em R$ 22 mil, mais do que os R$ 18,9 mil que Rollemberg recebia de salário liquido como governador.
10/12/2018

‘Central de boquinhas’ do PSB manda para o ES secretário que perde cargo no DF

Central de boquinhas

‘Central de boquinhas’ do PSB manda para o ES secretário que perde cargo no DF

Fábio Damasceno volta ao cargo onde foi condenado a devolver dinheiro ao erário

O atual secretário de Mobilidade do DF, Fábio Damasceno, é um dos beneficiados pelo esquema montado pelo PSB, muito comum no PT, para acomodar em governos estaduais do partido, em outros estados, filiados que perderão seus cargos em governos socialistas derrotados. como no Distrito Fedeeal, onde Rodrigo Rollemberg perdeu a disputa para Ibaneis Rocha (MDB). Uma espécie de “central de boquinhas” do PSB promove a acomodação. Damasceno será secretário de Mobilidade na gestão do governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), a partir de janeiro de 2019, segundo informa nesta segunda-feira (10) o jornalista Cláudio Humberto, colunista do Diário do Poder. O secretário Damasceno assumiu o governo no governo do DF mesmo tendo sido chefe da mesma pasta, para onde agora retorna, quando foi condenado pelo Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCES), a ressarcir os cofres públicos em R$220 mil, além de pagar multa de R$ 10 mil por usar dinheiro público em sua autopromoção. No DF, Fábio Damasceno não deixará saudades. Além de o sistema de transporte público continuar mal administrado, gerando muitas críticas dos usuários, sua gestão foi marcada também por denúncias de irregularidades. Alem disso, ele lançou o Circula Brasília, um projeto que prometia melhorar o transporte da capital, mas nada de efetivo saiu do papel. Vai deixar para trás em dívida com as empresas de ônibus que passar dos R$200 milhões. No Espírito Santo, Damasceno foi condenado a devolver R$220 mil gastos no patrocínio de um evento no qual o único palestrante era o próprio secretário, segundo denúncia do Ministério Público de Contas (MPC), do Tribunal de Contas capixaba. O seminário foi realizado dois dias antes de Damasceno deixar o cargo, em 29 de dezembro de 2014. Por esse motivo, o Ministério Público de Contas afirmou que o gestor realizou o evento para se autopromover.
14/11/2018

Ibaneis Rocha e Rodrigo Rollemberg se encontram no Palácio do Buriti

Governo do DF

Ibaneis Rocha e Rodrigo Rollemberg se encontram no Palácio do Buriti

A iniciativa para o encontro veio de Rollemberg que telefonou para Ibaneis na noite de ontem

Na tarde desta quarta-feira (14), o governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) esteve no Palácio do Buriti para um encontro com o governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Essa é a primeira vez que ambos se encontram após a disputa pelo comando do Governo do Distrito Federal (GDF). A iniciativa para o encontro veio de Rollemberg que telefonou para Ibaneis na noite desta terça (13) e fez o convite. O advogado levou seu filho João Pedro, 13 anos, para o encontro na sede do GDF. De acordo com o Buriti, a reunião teve objetivo de tratar de assuntos sobre a transição do governo, algo natural durante o processo. Já a assessoria de Ibaneis afirmou que esse não foi o motivo, mas que se tratou de uma encontro de cortesia. Mais cedo o governador eleito do DF esteve reunido com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) juntamente com outros 17 futuros chefes de Estado.
08/11/2018

No DF, em caso raro, Ibaneis mantém indicado de adversário no cargo

Brasília

No DF, em caso raro, Ibaneis mantém indicado de adversário no cargo

Atitude incomum no DF: novo governador manterá indicado de ex-governador no cargo

Atitude incomum em política foi adotada nesta quarta-feira (7) pelo governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB): ele convidou a permanecer no cargo um dos mais importantes integrantes do governo atual, de Rodrigo Rollemberg (PSB), que o atacou pessoalmente, durante a campanha. Sem demonstrar rancor, convidou Júlio Cesar Reis, a continuar presidindo a agência de desenvolvimento Terracap. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder. Executivo arrojado e funcionário de carreira do órgão, Júlio Cesar Reis sempre foi considerado uma escolha feliz do atual governador do DF. O presidente da Terracap definiu prioridades com Ibaneis, incluindo fechar parcerias no autódromo para sediar a Fórmula 1 em Brasília. Outras parcerias com o setor privado devem avançar, em Brasília. A gestão do Estádio Nacional Mané Garrincha será logo privatizada.