Granja no Torto

movimentação

Irmão do presidente se diverte na entrada da Granja do Torto
31/12/2018

Apoiadores tietam irmão de Bolsonaro, que se diverte: ‘sou o genérico’

Granja no Torto

Apoiadores tietam irmão de Bolsonaro, que se diverte: ‘sou o genérico’

Irmão do presidente se diverte na entrada da Granja do Torto

“Não é o Jair Bolsonaro, mas é genérico”, dizia, sorridente, o irmão do presidente eleito, Renato Bolsonaro, ao posar na manhã desta segunda-feira (31) para selfies com apoiadores na entrada da residência oficial da Presidência na Granja do Torto. Tietado, o comerciante Renato, 54, atendeu fãs do futuro presidente por cerca de 40 minutos. Mandou abraços e agradecimentos, em vídeos e telefonemas, para eleitores que estão em Brasília para a posse, marcada para esta terça-feira (1º), que comentavam a semelhança física entre os irmãos. Renato contou que chegou de Miracatu, município paulista na região do Vale do Ribeira, no domingo (30). A viagem, disse, foi paga pela própria família. Segundo ele, os Bolsonaro estão reunidos no Torto, onde devem ficar para a virada do ano, ao lado da mãe do eleito, Olinda. Dos filhos, disse que apenas Flávio já estava no Torto: “Os outros não chegaram ainda”. “Tá com a família, tá preparando o discurso dele agora. Então tá normal. É uma coisa simples. Igual a casa de vocês. Não tem mistério”, contou Renato. Renato Bolsonaro é um dos cinco irmãos. Em 2016 e em 2018, foi candidato a prefeito de Miracatu pelo PR. Foi servidor na Assembleia Legislativa de São Paulo de 2013 a 2016, lotado no gabinete do deputado estadual André do Prado (PR). Foi exonerado após o SBT publicar uma reportagem apontando que era funcionário fantasma. Mais cedo, o deputado federal eleito Helio Lopes, que adotou o nome de Helio Bolsonaro (PSL), também causou frisson entre os apoiadores do futuro presidente, que fizeram fila para tirar fotos com o subtenente do Exército, apadrinhado político de Jair Bolsonaro. Cerca de 50 simpatizantes vindos de diversos estados estão na frente da residência oficial do Torto, manifestando apoio ao futuro presidente. Carregam bandeiras de seus estados e boa parte veste camisetas com o nome ou a imagem do eleito.
28/12/2018

Polícia Rodoviária Federal inicia hoje Operação Ano Novo

Feriadão

Polícia Rodoviária Federal inicia hoje Operação Ano Novo

Ação segue até a próxima terça-feira, 1º

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) inicia hoje (28) a Operação Ano Novo. O objetivo é prevenir e reduzir a ocorrência de acidentes graves, aumentar a segurança e intensificar as ações de combate ao crime durante o período de maior movimentação nas rodovias, que segue até as 23h59 da próxima terça-feira (1º). Nos próximos cinco dias, a corporação vai intensificar ações na tentativa de coibir condutas que resultam em acidentes de maior gravidade, como o excesso de velocidade, as ultrapassagens indevidas, a embriaguez ao volante, o não uso do cinto de segurança e do sistema de retenção para crianças, além do trânsito irregular de motocicletas e ciclomotores. “Atividades de educação para o trânsito também serão reforçadas a fim de sensibilizar os cidadãos da importância de condutas defensivas para a prevenção e redução da violência no trânsito”, informou a PRF. Haverá ainda reforço no policiamento e as equipes de plantão serão posicionadas em horários e locais de maior incidência de acidentes para garantir a segurança e a fluidez no trânsito. Seguem as dicas divulgadas pela PRF para uma viagem segura: – Planeje sua viagem. Conheça as distâncias, os pontos de parada, se informe sobre os postos de combustíveis e restaurantes à beira da estrada. – Viaje descansado. – Faça revisão no seu veículo. O check-up do automóvel é fundamental, mesmo quando as distâncias percorridas são pequenas. Mantenha os faróis acesos para ver e ser visto; pneus calibrados e em bom estado; verifique as condições do limpador de para-brisas. – Observe as placas que indicam o limite de velocidade e as condições de ultrapassagem. Respeite a sinalização e as normas do Código de Trânsito Brasileiro. – Informe-se sobre a previsão do tempo nos lugares por onde vai passar. – Se surgir algum problema durante a viagem, ligue para a PRF por meio do 191. (Agência Brasil)
06/12/2018

Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018

Crescimento de 1,5%

Porto de Santos movimenta 110 milhões de toneladas de carga em 2018

Crescimento foi de 1,5% de janeiro a outubro

A movimentação de cargas no Porto de Santos, o maior do país, cresceu 1,5% de janeiro a outubro de 2018, em relação ao mesmo período no ano passado, alcançando 110,6 milhões de toneladas. Foram 4.026 atracações de navios, queda de 0,4%. Os dados foram divulgados pela Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp). O número de contêineres aumentou 8,8%, atingindo 3,5 milhões TEU (medida padrão equivalente a um contêiner de 20 pés). O total de embarques foi de 78,98 milhões de toneladas, uma diminuição de 0,5% em relação ao ano passado. Entre os produtos embarcados, a soja (grãos e farelos) foi a campeã, com 24,98 milhões de toneladas, alta de 20,8%. O segundo lugar ficou com o açúcar, com a marca de 12,89 milhões de toneladas, resultado 27,5% menor. Na terceira posição, está o milho com 8,37 milhões de toneladas, queda de 21,2%. Celulose teve 3,76 milhões de toneladas embarcadas, crescimento de 56,1%. Sucos cítricos registraram 1,92 milhões, subindo 13,6%. No fluxo de desembarques, foram 31,67 milhões de toneladas, crescimento de 6,7% em relação a 2017, marca recorde no Porto de Santos. O produto de maior movimentação foi o adubo, com 3,27 milhões, elevação de 1,2%. A segunda carga mais desembarcada foi o enxofre, com 1,74 milhões (18,3% de crescimento). Em seguida, estão óleo diesel (1,56 milhão), trigo (1,13 milhão) e soda cáustica (815,7 mil). Outubro No mês de outubro, foram registradas 10,25 milhões de toneladas, queda de 9,8% em comparação ao mesmo mês de 2017. As atracações somaram 380 navios, 6,9% menos que em outubro do ano passado. Nos embarques, o volume ficou 14,2% menor, com destaque para o milho (1,5 milhão de toneladas). Nos desembarques, houve crescimento de 1,9%, alcançando 3,15 milhões de toneladas. O adubo foi o produto com maior movimentação (396,2 mil). (ABr)
22/06/2018

Ex-diretor da Dersa movimentou R$ 50 milhões em cinco anos, aponta PF

Pedra no Caminho

Ex-diretor da Dersa movimentou R$ 50 milhões em cinco anos, aponta PF

Pedro da Silva foi preso temporariamente no âmbito da Operação Pedra no Caminho, deflagrada nesta quinta

O ex-diretor de engenharia da Dersa Pedro da Silva movimentou R$ 50 milhões em cinco anos, aponta um relatório da Polícia Federal. O ex-executivo foi preso temporariamente no âmbito da Operação Pedra no Caminho, deflagrada nesta quinta (21) com objetivo de investigar desvios de recursos na construção do trecho Norte do Rodoanel, em São Paulo. De acordo com o documento da PF, as contas vinculadas a Silva fizeram transações crédito entre fevereiro de 2013 e agosto de 2017. Boa parte dessas transações bancárias ocorreu entre empresas do próprio diretor da Dersa. O ex-diretor de Engenharia teria realizado depósitos que totalizaram 829,8 mil. Em 2014, Silva depositou R$ 550 mil em conta de uma de suas empresas. No mesmo ano, ocorreu outro depósito, dessa vez de R$ 220 mil, para a conta da mesma empresa. Para sua conta de pessoa física, o ex-executivo guardou R$ 55,8 mil. “O próprio Pedro da Silva é identificado como a principal origem das transações, sendo R$ 2.221.473,73 em 111 movimentações, como transferências entre contas, resgates de aplicação e depósito”, aponta a PF. Segundo a PF, pessoas ligadas a ele podem ainda ter sido usadas como laranja. Uma dessas pessoas é Valdir dos Santos Paula, que fez transações que somaram R$ 1 milhão. Outra suspeita é Jucelene Aparecida Ferreira Dornellas, auxiliar de escritório de uma das empresas de Silva, que fez sete depósitos em espécie na conta do ex-diretor da Dersa, totalizando R$ 223,5 mil. A PF suspeita ainda de Aide Sad Junior, que efetou 11 transações para contas bancárias de uma das empresas de Silva na soma de R$ 1,8 milhão. As investigações da PF chamam atenção pelo fluxo de movimentação entre as empresas de Silva, que ocorriam com frequência. “Há 16 depósitos mensais em conta de Stars Bar e Restaurante LTDA, de janeiro/2014 a março/2015, cada um de R$ 17 mil, totalizando R$ 272 mil, sendo 13 identificados como origem SCJ Agro Pecuária LTDA, e 3 sem identificação, porém, pelo padrão, provavelmente tratar-se da mesma origem. Aparentemente, existe um padrão de fluxo financeiro relacionado a esses depósitos.”