Atenção à Saúde

Mais Médicos

Profissionais selecionados devem começar a atuar nessas cidades a partir de junho
13/05/2019

Governo Federal abre 43 vagas do Mais Médicos para 31 cidades de Alagoas

Atenção à Saúde

Governo Federal abre 43 vagas do Mais Médicos para 31 cidades de Alagoas

Profissionais selecionados devem começar a atuar nessas cidades a partir de junho

A nova etapa do programa Mais Médicos vai disponibilizar 43 vagas em Alagoas para profissionais com registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) no Brasil. Eles devem atuar em 31 municípios do Estado, em áreas vulneráveis e de extrema pobreza – entre elas quilombolas e indígenas -, conforme edital publicado na edição do Diário Oficial da União desta segunda-feira (13). De acordo com o Ministério da Saúde, as vagas incluem novos municípios e outros que já participam do programa. Pelo edital, os médicos devem começar a atuar na Atenção Primária desses municípios a partir de junho. Reportagem do jornalista Carlos Nealdo, do site Gazetaweb, informa que os profissionais interessados terão entre os dias 27 e 29 deste mês para fazer a inscrição no site do programa. O Ministério da Saúde informa que nesta primeira fase, será priorizada a participação de médicos formados e habilitados com CRM do Brasil. Para garantir imparcialidade na escolha dos médicos, o governo estabeleceu critérios de classificação, como títulos de Especialista e/ou Residência Médica em Medicina da Família e Comunidade. “A medida visa também garantir profissionais qualificados, preferencialmente com perfil de atendimento para a Atenção Primária”, enfatiza o ministério, em nota. “Caso haja vagas remanescentes dessa 1ª etapa, as oportunidades serão estendidas, em um segundo chamamento público, aos profissionais brasileiros formados em outros países e que já tenham habilitação para o exercício da Medicina no exterior”, completa a nota. Em todo o País, serão oferecidas cerca de 2 mil vagas no Mais Médicos, que atuarão em aproximadamente 790 municípios  com altos índices de vulnerabilidade renovarem participação. Veja aqui a relação completa dos municípios. (Gazetaweb)
28/02/2019

Governo analisa criação de plano de carreira em nova versão do Mais Médicos

Motivação profissional

Governo analisa criação de plano de carreira em nova versão do Mais Médicos

Segundo o ministro da Saúde, medida deve valer apenas para municípios com maior fragilidade e dificuldade em fixar médicos

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse à reportagem nesta quarta (27) que analisa a criação de uma proposta nos moldes de uma carreira de Estado para substituir o modelo atual do Mais Médicos, programa usado para levar profissionais ao interior do país. “Estamos começando a ver como isso pode ser colocado no ordenamento jurídico”, disse. Equipes da pasta, porém, ainda estudam o formato de aplicação do novo modelo. “Não queremos uma carreira estática, porque a pessoa não se motiva. Queremos ver um caminho que seja desafiador ao profissional”, completa. Ainda segundo o ministro, a ideia é que a medida valha apenas para municípios com maior fragilidade e dificuldade em fixar médicos. “Vamos fazer isso em um caminho na atenção básica onde a União reconhece fragilidade do município. Queremos que o município consiga assumir a sua gestão, e não ficar na dependência do Estado.” Mais cedo, o ministro já havia sinalizado que pretende enviar ao Congresso propostas de mudanças no programa Mais Médicos ainda neste semestre. A previsão é que uma primeira versão das propostas seja finalizada em abril. “Como esse programa é baseado em lei, qualquer alteração tem que ser feita via legislação. Estamos aguardando para ver o melhor formato, se projeto ou medida provisória”, afirmou após evento na Câmara dos Deputados. Segundo Mandetta, as mudanças devem ter como princípios uma “seleção por prova e mérito”. Para ele, o critério atual de seleção de médicos para o Mais Médicos, que prevê apenas a inscrição dos médicos interessados em ocupar as vagas, é “pouco claro”. “É muito mais político do que técnico. Queremos dar tecnicidade.” Renovação de contratos Ao mesmo tempo em que analisa mudanças no programa, o Ministério da Saúde anunciou nesta quarta a possibilidade de renovação do contrato de 352 médicos que atuam no programa Mais Médicos em áreas consideradas como de maior vulnerabilidade, como municípios em extrema pobreza e distritos sanitários indígenas. Até então, a previsão era que esses profissionais encerrassem as atividades até o fim deste mês. O edital que dá abertura à renovação das vagas foi publicado no Diário Oficial da União. Segundo a pasta, outras 347 vagas localizadas em áreas próximas a capitais e regiões metropolitanas também estão ocupadas por profissionais que devem ter contratos encerrados em breve, mas não entraram no edital para serem renovadas -o que indica uma possível redução de vagas no programa. Em nota, a pasta informa que médicos que não estiveram aptos à renovação “poderão participar das próximas etapas do programa, que no momento está sendo reformulado”. (FolhaPress)
13/02/2019

Brasileiros ocupam todas as vagas do Mais Médicos, diz ministério da Saúde

Sem estrangeiros

Brasileiros ocupam todas as vagas do Mais Médicos, diz ministério da Saúde

Todas as vagas foram preenchidas por profissionais brasileiros

O Ministério da Saúde informou que as últimas 1.397 vagas do Programa Mais Médicos foram escolhidas por brasileiros formados no exterior antes das 9h de hoje (13). O prazo final para inscrição no site http://maismedicos.gov.br/ do programa se encerra amanhã (15), às 18h. Estavam disponíveis 8.517 vagas em todo o país desde a saída dos médicos cubanos do programa. O ministério divulgará, em 19 de fevereiro, a lista completa com a localidade onde cada profissional formado no exterior trabalhará. Os candidatos selecionados deverão se apresentar nas cidades escolhida para trabalhar até o dia 22 de fevereiro. Aqueles que não tiverem o Registro do Ministério da Saúde (RMS) realizarão um módulo de acolhimento, durante o qual assistirão aulas e serão avaliados pela coordenação nacional do programa. De acordo com o ministério, com a manifestação de interesse por médicos brasileiros formados no país ou no exterior, não será necessário convocar profissionais estrangeiros para preencher as 8.517 vagas abertas após o fim da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) e a consequente saída do país dos médicos cubanos que atuavam no programa.
22/01/2019

Formados no exterior e estrangeiros têm novas datas para selecionar municípios

Mais Médicos

Formados no exterior e estrangeiros têm novas datas para selecionar municípios

De acordo com o Ministério da Saúde, alteração se deu por conta do carnaval, que seria durante o acolhimento dos médicos

Brasileiros formados no exterior e estrangeiros inscritos no Programa Mais Médicos têm novas datas para selecionar os municípios que ainda têm vagas abertas. O primeiro grupo tem os dias 7 e 8 de fevereiro para escolher a localidade no site do programa. Nos dias 18 e 19 do mesmo mês, será a vez de estrangeiros terem acesso ao sistema para optar pelas vagas. De acordo com o Ministério da Saúde, a alteração no cronograma se deu por conta do período de carnaval, que seria durante o acolhimento dos médicos. Com a mudança, a validação dos médicos brasileiros que estão com a documentação correta está prevista para ser divulgada no dia 31 de janeiro. No dia 12 de fevereiro, será divulgado o resultado dos médicos estrangeiros, que terão a mesma oportunidade, conforme o novo cronograma. Após a escolha desses profissionais, o governo federal deve publicar, nos dias 13 e 21 de fevereiro, a lista com os nomes de brasileiros e estrangeiros respectivamente alocados nas cidades selecionadas. Ao todo, 10.205 profissionais brasileiros e estrangeiros com habilitação para exercício da medicina no exterior (sem registro no Brasil) completaram a inscrição no Mais Médicos. As inscrições para o atual edital começaram com profissionais com registro no Brasil escolhendo as cidades disponíveis. Balanço divulgado no último dia 15 pela pasta mostra que 82% das vagas já foram preenchidas. Os postos que estiverem em aberto serão disponibilizados nesta próxima etapa. Confira o cronograma completo: 31/01 – Publicação da validação dos documentos dos brasileiros formados no exterior. 07/02 – Publicação da relação dos municípios com vagas remanescentes. 07 e 08/02 – Brasileiros formados no exterior escolhem vagas disponíveis. 12/02 – Publicação da validação dos documentos dos estrangeiros formados no exterior. 18/02 – Publicação da relação dos municípios com vagas remanescentes. 18 e 19/02 – Estrangeiros formados no exterior escolhem vagas disponíveis. (ABr)